O BRASIL EM ALERTA

Espaço para reunião com colegas debatendo a situação do povo brasleiro. Com pessoas dignas, de ideologias diferentes , mas que comungam de um mesmo ideal: um Brasil melhor para todos os brasileiros.

De modo que fica um ALERTA: Devemos pensar grande , sem egoísmo, com humanidade, TEMOS AÍ UM NOVO BRASIL!

sábado, setembro 24, 2011

VIVEMOS UMA CRISE DE FALTA DE RESPEITO

É interessante observar no relacionamento humano é que nós vivemos uma crise de falta de respeito.
Eu sempre pautei minha vida por respeitar todo mundo, qualquer fosse a classe social, econômica, do mesmo modo. Para a minha pessoa não há indivíduos de primeira ou de segunda classe. Eu respeito todo mundo igualmente ,mas em contrapartida exijo respeito.
Nao admito estar falando e ser interrompido a todo instante pois eu sei ouvir e costumo olhar nos olhos das pessoas.Não me considero superior a ninguém, mas não me considero inferior a ninguém. Não admito deslealdade, falta de ética, como não participo de nenhum tipo de tramóia.Não sou ambicioso, durmo com a consciência tranquila e tenho muito orgulho do jeito que sou.
Sou um homem simples, não costumo me ostentar, não faço propaganda dos meus feitos ou desfeitos.Não guardo rancor, sou extremamente coerente, e me afasto de pessoas que não tem as condições citadas acima.
Vou tocando minha vida, pois ninguém é eterno, vou ohando com muita descrença o mundo que me rodeia.As vezes me pergunto porque aguns seres se acham superiores aos outros?
Na minha profissão de médico, há 43 anos ,tenho a maior facilidade de falar não sei. Muitas vezes eu sei o dignóstico, eu sei a medicação, mas o motivo que levou a aquele quadro se eu não sei, eu falo eu não sei.
E se voces me perguntarem por que existe uma crise de respeito , eu sei a resposta de pronto: a família esta desunida, existe uma falta de atenção, de tempo dos pais em relação aos filhos, os filhos estão soltos, sem freios, os pais, muitas vezes não servem como exemplo para os filhos e aí vira uma bola gigante de desagregaçao familiar , humana.
E eu tristemente assisto este espetáculo, no apagar das luzes da miha vida, pois não sou imortal, com muito pessimismo, preocupado com o futuro do meu filho médico, que pelo jeito vai encontar os problemas citados acima em proporção exponencial
Nesta crise de respeito vou respirando as alegrias que meu filho me traz , como gente e como profissional.

2 comentários:

  1. Anônimo3:24 PM

    Este é Bernardo que eu conheço de longa data .
    RAUL

    ResponderExcluir
  2. Anônimo11:12 AM

    Bernardo
    Totalmente verdadeiro.
    ANA

    ResponderExcluir